sexta-feira, 6 de dezembro de 2019

Sul-Mato-Grossenses terão descontos em Bonito na baixa temporada

Conhecido como um dos melhores destinos de ecoturismo do Brasil, localizada no Estado de Mato Grosso do Sul, a cidade de Bonito pode ser visitada o ano todo. Para quem deseja pagar mais barato e conseguir agendar os passeios e hospedagem com mais facilidade o ideal é visitar o destino turístico na baixa temporada.

Cachoeira em Bonito (MS). Foto: Ben Oliveira


“MS+Bonito”. Este é o título da inédita campanha promocional, idealizado agência H2O Ecoturismo, que pretende atrair visitantes sul-mato-grossenses afugentados pelo conceito de que Bonito é um destino caro e inacessível para quem tem salário em Real, e que é muito mais barato viajar para o exterior.

Para melhorar esses números e minimizar a fama de destino caro, a ideia da campanha é oferecer preços acessíveis, com descontos e condições facilitadas e vantagens para os nascidos em Mato Grosso do Sul ou residentes. Bastará apresentar o RG ou comprovante de residência, exigências básicas para fazer parte de uma espécie de clube exclusivo de benefícios. 

Flutuação no Rio da Prata. Foto: I Love MS


Os descontos poderão chegar a 60% em mais de 10 passeios parceiros da ideia, incluindo hotéis e restaurantes de Bonito, mas a promoção só vai valer na baixa temporada local, que em 2020 será nos meses de março, maio, junho, agosto e novembro, ou seja, fora férias escolares, Carnaval e feriadões. 

A ideia é fortalecer o turismo regional com a atração dos sul-mato-grossenses para que conheçam o seu próprio estado.

A campanha MS+Bonito será lançada no dia 6 de dezembro, durante a disputa da Bonito 21K, meia maratona turística e prova de mountain bike, criada há cinco anos com a proposta de unir prática esportiva e contemplação das belezas naturais do município, considerado um dos principais destinos de turismo de natureza do mundo.



Ver a matéria na integra no site do Campo Grande News acesse aqui.

Aproveite e conheça os passeios de bonito clicando AQUI.

Nenhum comentário: