segunda-feira, 2 de outubro de 2017

Bonito (MS) comemora 69 anos

No dia 2 de Outubro, o município de Bonito MS comemora 69 anos! 

A data será comemorada com diversos eventos pela cidade com entrega de fardas, carro, moto e estatuto para a Guarda Municipal, passeio de helicóptero para alunos da rede municipal, abertura de jogos, exposição do Exército, banda municipal, cavalgada e muito mais.




Seria um pleonasmo dizer que o município é Bonito, porém não há quem visite a região e não fique encantado com tantas belezas naturais. Não é à toa que turistas do mundo inteiro vem para o Brasil e especificamente para o Mato Grosso do Sul somente para ver se as imagens e informações realmente conferem com a realidade e acabam descobrindo que ao vivo as paisagens são mais lindas do que as vistas por fotografias.

Aos turistas que têm interesse em visitar Bonito, ficam algumas recomendações encontradas em diferentes passeios e atrativos turísticos da cidade: "Em Bonito nada se tira além de fotos; Nada se deixa além de pegadas; Nada se mata a não ser o tempo; Nada se queima a não ser calorias; Nada se leva a não ser saudades".


terça-feira, 27 de junho de 2017

18º Festival de Inverno de Bonito - MS


O 18º Festival de Inverno de Bonito 2017 será realizado entre os dias 27 e 30 de julho.
Este ano, o festival terá como tema os 40 anos de Mato Grosso do Sul e contará com 149 atrações artísticas, 33 oficinas e cursos, 09 estandes e 17 horas diárias de programação gratuita.
No primeiro dia de evento, os cantores Jads e Jadson se apresentam na Praça da Liberdade, logo depois do show de Dino Rocha.



A atração principal na sexta-feira será a cantora brasileira Karol Conka, que se destaca no cenário pop nacional, além da artista regional Marina Peralta.

No sábado (29), a música fica por conta de Ney Matogrosso e Tetê Espíndola e, para fechar a programação da 18ª edição do Festival, os músicos Gabriel Sater e Marcelo Loureiro se apresentam no domingo (30).

domingo, 16 de outubro de 2016

Marco Zero de Mato Grosso do Sul




Para explicar onde fica o Marco Zero de Mato Grosso do Sul, primeiro é preciso entender o significado do termo. O marco zero é o ponto que representa o centro geográfico de uma cidade, a partir do qual são feitas as medidas de distâncias dela estabelecidas.

Quando dizemos que a capital de Mato Grosso do SulCampo Grande está distante a 420 km de Corumbá, significa que a partir do local onde foi construído o obelisco na capital sul-mato-grossense  foram feitas as medições de distância e marcado o centro geográfico do estado, sendo portanto este o Marco Zero do Estado de Mato Grosso do Sul. O obelisco foi construído em homenagem ao fundador da cidade, José Antônio Pereira, no cruzamento da Avenida Afonso Pena com a Rua José Antônio.

Obelisco de Campo Grande. Foto: Divulgação.

Segundo informações do JC Online, o diretor de gestão logística do Departamento Estadual de Estradas de Rodagem de Pernambuco, André Luiz Mota Pinho explicou o que é o marco zero: "É um marco regulador das distâncias entre os municípios e a Capital".

Marco Zero de Campo Grande

Já o Parque Florestal Antônio de AlbuquerqueHorto Florestal pode ser considerado um marco zero para Campo Grande, não por conta da sua localização geográfica, mas por ter sido um dos importantes locais da cidade onde concentrou pessoas e vidas ao seu redor, como o fundador da capital, José Antonio Pereira e seguidores .

Horto Florestal de Campo Grande. Foto: Divulgação.
Em 1912, o local era destinado ao Matadouro Municipal ou Salgadeira como era popularmente conhecida, pois era onde se salgava o couro do gado que posteriormente era enviado para São Paulo pela ferrovia.

Com o passar dos anos, em 1923, o local foi transformado no Parque Municipal de Campo Grande. Em 1956, a área passou a ser chamada de Horto Florestal sob os cuidados de Antônio de Albuquerque e o parque produzia diferentes espécies de árvores para arborização para Campo Grande, cidades vizinhas e até mesmo para Cuiabá.

A partir de 1980 o Horto Florestal ganhou um teatro de arena, setor administrativo, restaurante que funcionou por pouco tempo, além de após alguns anos ter se tranformado em um complexo de lazer de Campo Grande e atualmente, possuir Biblioteca Municipal, Lanchonete, Parlatório, Banheiros, Playground, Espelho d'água, Cancha de Bocha, Cancha de Malha, Pista de Cooper, Pista de Skate e Orquidário.

Marco Zero do Equador


A capital do Amapá, Macapá possui o monumento do Marco Zero, edificação de 30 metros de altura com um círculo na parte superior, através do qual é possível visualizar o Equinócio ao menos duas vezes por ano. O monumento marca a passagem exata da Linha do Equador em Macapá. A cidade é a única capital do Brasil cortada pela linha do Equador.

Marco Zero do Equador em Macapá (AP). Foto: Divulgação.