sexta-feira, 31 de janeiro de 2014

ONG que cuida do melhor amigo do Homem

Galera, hoje iremos apresentar uma ONG fundada em 08 de maio de 2010 em Campo Grande, por pessoas preocupadas com o próximo.

Esse “próximo” criado por Deus e que difere de nós somente por possuir 4 patinhas e um rabo que abanando pode significar: vamos brincar? Quero carinho!

Foto: Vira Latas MS


São oito as pessoas que antes faziam trabalhos independentes de resgatar e adotar animais de rua, mas que diante das dificuldades financeiras para ajudar esses “serzinhos”, decidiram fundar a ONG © Associação Solidária a Causa Animal “Vira-Latas MS”, em nossa capital (http://viralatasms.blogspot.com.br/search/label/abrigo).

O I Love MS foi até a ONG e entrevistou seus fundadores:

Quantas pessoas pertencem a ONG, direta ou indiretamente?

ONG: Somos ao todo 08 pessoas que fazem parte da diretoria e conselho fiscal

A Sede é própria? Além do abrigo, existem pessoas que cederam lares provisórios?

ONG:  A sede está cedida para o Vira Latas, sendo que no contrato está especificado que o espaço é para abrigar animais de rua e ou abandonados.

Foto: Vira Latas MS

Como se procede o recolhimento dos animais? Vocês possuem automóvel da ONG ou utilizam seus próprios veículos e de voluntários?

ONG: Os animais são recolhidos mediante contato com a ONG e ou voluntários, e  então deixados por seus donos no canil, alegando que se não pegarmos, eles serão entregues ao CCZ ou deixados na rua.
Não temos veículo da ONG,  na maioria das vezes usamos veículos dos voluntários ou contratamos leva e traz de clínicas.

Quanto a outros animais, como por exemplo cavalos, que geralmente são animais muito judiados pelos proprietários, há alguma intervenção por parte de vocês? Ocorre recolhimento deles Também?

ONG: Quando recebemos denúncia de maus tratos ou abandono, orientamos que procure o DECAT. Não recolhemos nem  felinos, pois o espaço que temos é de 10x30, e que não está suportando a demanda de ligações de animais que precisam de ajuda. Para esse tipo de acolhimento seria necessário um espaço como uma chácara ou fazendinha.

Há casos de recolhimento de animais através de denuncia?

ONG: Sim, algumas vezes recebemos denúncia de maus tratos. Nesses casos nos dirigimos até o local e se constatado maus tratos, orientamos o proprietário que isso pode acarretar pena e quando percebemos que o proprietário não pretende tomar nenhuma atitude para mudar a situação, pedimos que nos entregue o animal. O que na maioria das vezes ocorre, pois para esse individuo o animal não passa de mero objeto.
Em SP existe uma delegacia de Maus Tratos aos Animais.

Vocês estudam a possibilidade de levar um projeto desses ao Governo do Estado?

ONG: Sim, inclusive estamos em contato com 2 políticos de São Paulo, que estão tendo progressos nessa área, para nos orientar de como proceder para  conseguirmos para nosso Estado.

Como funciona o atendimento veterinário? Isso inclui medicamentos ou somente o atendimento clinico?

ONG: Temos convênio com duas clinicas que atendem nossos animais quando estão doentes e/ou debilitados. Isso porque não temos  condições financeiras de contratar um veterinário que atenda nossos animais na sede. E temos  uma sala que usamos como farmácia, onde são guardados os medicamentos e que no momento está em reforma para deixar conforme é exigido pela vigilância sanitária.

Além do atendimento às diversas moléstias que um animal abandonado possui, quais outros procedimentos são executados?

ONG: Costumamos castrar os animais, tanto machos, quanto fêmeas, para diminuir a população. E fazemos doações de filhotes, pois muitas vezes, recebemos fêmeas já prenhas.

Como pessoas de baixa renda, mas que amam seus animais podem buscar atendimento para os mesmos?

ONG: Orientamos que procure um veterinário, pois  vários pets shops oferecem atendimento gratuito, e nos  procure caso necessitem de medicamentos, pois como recebemos doações de medicamentos, dividimos isso com pessoas que percebemos que não tem como custear o tratamento. E outras vezes, oferecemos ajuda para arrecadar o valor necessário para o tratamento.

E quanto a questão de alimentação bem como material de higiene dos bichinhos e para limpeza do local?

ONG: Dependemos de doações e fazemos rifas, vendemos pizza semi-pronta, brechós, bingos para arrecadar o necessário para manutenção dos animais e do local.

Como é o critério para doação de um bichinho, já que muitas pessoas compram e depois abandonam?

ONG:  Fazemos um questionário, sabatina, porque querem adotar, se já possuíam outro animal, o que aconteceu com o animal, se é casa, apartamento, se é murado, se tem um lugar para ser abrigado da chuva, do sol e etc.

Há um trabalho com outras ONG´s ou entidades de outros Estados, de Campo Grande e mesmo do interior?

ONG: Em  Campo Grande, temos 4 ONGs, porém cada uma faz seu trabalho individualmente. Ajudamo-nos compartilhando pedidos de ajuda, tanto financeira, quanto de adoções, mas isso é pela internet.

Deixe um recado para o povo Sul Mato Grossense.

ONG:  Amigos simpatizantes da causa animal, o animal de nossa cidade, de nosso Estado precisa de sua ajuda!


Muitas vezes achamos que podemos pouco, e que esse pouco não fará diferença, mas digo com conhecimento de causa, o seu pouco é muito quando juntamos forças!

Foto: Vira Latas MS


Postar um comentário