quarta-feira, 26 de setembro de 2012

Rio Brilhante completa 84 anos

Nesta quinta-feira, 26 de setembro de 2013, o município do Mato Grosso do SulRio Brilhante completa 84 anos. Um desfile cívico estava marcado para acontecer na cidade a partir das 8h para comemorar a data em que a cidade faz aniversário de emancipação político-administrativa.

Segundo informações da Prefeitura de Rio Brilhante, o desfile acontece todo ano e conta com a participação de estudantes das redes municipal, estadual e escolas particulares, diversas entidades e comércio.

A expectativa é a de que mais de 10 mil pessoas acompanhem o evento.

Desfile cívico de 2011 na cidade de Rio Brilhante. Foto: Ronivaldo Fortunatti.

História de Rio Brilhante - A história do município está relacionada ao desbravamento das terras que atualmente compreendem Rio Brilhante e à história de Paranaíba, pois, na terceira década do século XIX, os pioneiros das famílias Lopes, Souza Leal, Pereira, Garcia e Barbosa atravessaram os campos daquela região e entraram pelos cerrados de Três Lagoas, iniciando a história do povoamento do sul do Estado.

Rio Brilhante. Foto: Prefeitura de Rio Brilhante / Ronivaldo Fortunatti.
Gabriel Francisco Lopes foi o que primeiro penetrou nos campos de Vacaria, onde encontrou 60 vacas e 1 touro, ai deixado pelos Jesuítas, e, por volta de 1841, trouxe para ali o seu sogro, Antônio Gonçalves Barbosa, que se fixou num local a que denominou Boa Vista, entre os Rios Vacaria e Brilhante; foi o primeiro povoador, depois da retirada dos castelhanos.

Algum tempo depois, grande leva de gaúchos, com suas famílias, trazendo seus pequenos rebanhos de bovinos, equinos e ovinos, vieram se instalar nestas paragens, e, ao mesmo tempo em que os descendentes das famílias pioneiras, se dispersaram, buscando preferentemente as margens dos Rios: Brilhante, Vacaria e Dourados, fomentando nelas a pecuária e a agricultura.

Em 1862, o início das hostilidades entre o Brasil e o Paraguai provocou o êxodo dos habitantes que fugiam à agressão do invasor guarani.



A região de Entre-Rios tornou a conhecer nova fase de progresso, com o ciclo da erva-mate. A extração e industrialização desse produto se constituíram em importante fator de desenvolvimento da região, pois criou-se aí um ponto de concentração da produção, para posterior remessa aos centros consumidores, através dos rios Brilhante e Ivinhema.

A erva-mate trouxe novo afluxo de gaúchos e paraguaios. Dedicavam-se estes à indústria extrativa aqueles à pecuária e agricultura.

*Com informações da Prefeitura de Rio Brilhante / Fonte: Secretaria Municipal de Saúde / Plano Municipal de Saúde 2010/2014
Postar um comentário