quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Rock In Rio Sertanejo em Campo Grande - MS




Ontem aconteceu um evento em Campo Grande – MS, denominado Villa Mix Festival, que tem acontecido em várias partes do Brasil.

Com grandes Cantores de renomes nacionais no mundo Sertanejo, como: Luan Santana, Jorge & Matheus, Bruninho e Davi, Bruno e Marrone, Matheus e Kauan e Wesley Safadão ( forró ).


Villa Mix Festival Campo Grande
Villa Mix Festival Campo Grande
Vou mostrar a minha visão sobre o show dessa magnitude realizado ontem, dia 25 de agosto.

Eu não estava esperando uma roda gigante, nem lugares para nos entreter durante os intervalos dos shows, mas uma estrutura que deixassem todos satisfeitos ao que pagou R$ 60,00 reais e até os que pagaram R$ 350 reais.

Está longe de ser um Rock In Rio Sertanejo... Estrutura idêntica a que sempre fazem para um show de grande porte de uma noite.

Fiz essa comparação com o Rock In Rio, porque fui no de 2011 e no 2013, sem regalia nenhuma.

Eu comprei Camarote, Villa Prime, que dava acesso a frente do palco, a lateral e ao camarote, e era open bar ( refrigerante, cerveja e coca).

Dentro do camarote tinha apenas um único local para pegar essas 03 bebidas, imaginem a muvuca, porque o camarote era imenso, estava me sentindo na pista.

Do camarote você não tinha visão do palco, tinha caso não tivesse ninguém na sua frente, da lateral também não e o som não chegava bem, porque ele era lançado para frente.

Para você ter acesso a frente do palco, você tinha que enfrentar uma fila indiana, mega disputada, e sem bebida, porque lá vendiam a bebida.

Então, a vontade de ver realmente “bem o show” tinha que ser grande e ter que comprar bebida, fora que eu tinha pago para não precisar pagar... conseguiram entender essa parte!?!?

Fiz isso apenas no Show do Luan Santana, mas fui sozinha, ninguém quis enfrentar essa maratona até chegar lá.

O show do Bruno e Marrone e do Jorge & Matheus assisti da lateral, na verdade ouvi e bem mal.

Pelo pouco que entendo de Produção de Palco, sei que em qualquer show, de onde estiver delimitado o espaço, a pessoa tem que ver e ouvir perfeitamente, isso não aconteceu.

Fora os problemas de logística do bar, que na minha humilde opinião, tinha que ter vários espalhados, em cima e embaixo, para diminuir a locomoção das pessoas e a muvuca centralizada em apenas um único lugar.

Sobre o Banheiro não posso falar, pois graças a Deus, não fui e não fiquei sabendo onde ficava.

É praticamente impossível com essa estrutura apresentada para o consumidor aguentar 06 Shows em pé.

Para Finalizar, o evento foi realizado no estacionamento de um Shopping, e em torno das 20:30 horas não tinha mais local para estacionar dentro do shopping e os estacionamentos fora, que eram poucos, já estavam lotados e a polícia já estava pronta para multar quem estacionasse no canteiro central da avenida, isso quer dizer, muita gente levou multa.

Deveriam ter conversado com o Governo Estadual e pedissem autorização para as pessoas estacionarem seus veículos naquele local.

Para encerrar e passar a régua, na área reservada para quem pagou um pouquinho mais tinha uma galerinha que conseguiu entrar e estava furtando aparelhos de celular, nem imagino como deve ter sido na área que pagaram o valor menor.

Acho que os eventos tem que ter estrutura para ambas às partes, artistas e para quem foi lá curtir.
Torço muito que cada vez fique melhor, porque sou fã de eventos trazidos a Mato Grosso do Sul

Em resumo, é isso.

Postar um comentário