quinta-feira, 2 de junho de 2016

Precursores do Sertanejo Universitário em Mato Grosso do Sul




Texto Mariana de Barros

Relembrando os bons tempos do Sertanejo Universitário de Mato Grosso do Sul, não tenho datas precisas do seu surgimento, se eu contasse pelas minhas lembranças, teria mais de 20 anos, sendo assim maior de idade, rsrs. 


Sertanejo Universitário
Sertanejo Universitário


Da minha época no meio sertanejo, que começou desde cedo, em Campo Grande - MS, entre meus 15/16 anos frequentando os bailes no Estoril, isso meado dos anos 93, 94 com vários grupos de baile que invadiam o estado de Mato Grosso do Sul. Lembro-me muito do Canto da Terra, Uirapuru, Tradição, do Michel Teló e tantos outros que não me vem a memória agora e passávamos a noite inteira bailando vários estilos de dança, polca, xote, vanera, vanerão entre outros e era a sensação em Campo Grande e no interior.

Canto da Terra
Canto da Terra



Já nos anos de 96, 97, começou aparecer o Sertanejo Universitário e essa época eu era uma universitária de fato, frequentava as quintas e domingos no rádio clube cidade, nessa época tinha duas duplas que se destacavam no cenário local, João Haroldo e Betinho (primeira formação) e Marco Aurélio e Paulo Sérgio, a meu ver, os precursores do sertanejo universitário em MS, quiça no Brasil.

João Haroldo e Betinho - Primeira Formação
João Haroldo e Betinho - Primeira Formação


Marco Aurélio e Paulo Sérgio
Marco Aurélio e Paulo Sérgio

Lembro-me de Bruna Campos, dando canjas com Jorjão e sua dupla da época também, época boa.


Jorjão e Rafael
Jorjão e Rafael


A partir deles, surgiram várias duplas e cada vez Campo Grande foi ganhando voz nos interiores do estado, no estado do Paraná e no interior de São Paulo.

Eu sou uma amante do sertanejo universitário, defendo-o como defendo meu estado, por ser uma música contagiante e que agrega os jovens; no início era ouvida, pela sua maioria, por universitários de agronomia, veterinária, zootecnia, e hoje é ouvida por todos os jovens do Brasil.

No início dos anos 2000, surgiram João Bosco Vinicius, na mesma época Maria Cecília e Rodolfo atingindo assim, a elite carioca, o único lugar que o Sertanejo Universitário ainda não tinha adquirido seu espaço no Brasil.

Surgindo em 2007, 2008 no bairro mais elitizado do Rio de Janeiro, em um "point" mais cobiçado uma noite para a música sertaneja, no Leblon, na casa noturna Melt, todas as quartas-feiras.

Em 2008, como um "Meteoro" Luan Santana, também de Campo Grande, Mato Grosso do Sul, invadiu o Brasil tomando conta até hoje.

Em 2009, a música "chora me liga" de João Bosco e Vinicius de Mato Grosso do Sul fez o Sertanejo Universitário ganhar forças para ficar e dominar o Cenário Nacional, fazendo assim, surgir em 2012, o maior bloco de carnaval sertanejo no Rio de Janeiro, o Bloco Chora Me Liga ! 

Em 2012, Munhoz e Mariano, conquistaram o Brasil com o Camaro Amarelo.

Em 2012, foi a vez de Michel Teló conquistar o mundo, com a música  "ai se eu te pego".

O Estado de Mato Grosso do Sul é referência para o Sertanejo Universitário, duplas de todos os estados que sonham com o sucesso vem para cá com a esperança de um dia alcançar uma posição de destaque no cenário nacional!

Viva o Sertanejo Universitário e Mato Grosso do Sul !!!!





Postar um comentário