quinta-feira, 18 de abril de 2013

Jornalistas de Plantão, mais Atenção! É Mato Grosso do Sul, Por Favor !




Grande parte dos Sul-Mato-Grossenses não aguenta mais essa falta de respeito dos comunicadores do nosso país com o nosso estado, por não se importarem de passar uma notícia a cerca da nossa região corretamente, principalmente quando se refere a geografia.

Recebemos essa semana um artigo referente a esse tema, de uma seguidora da página e também revoltada com a falta de interesse principalmente dos formadores de opinião, que são os Jornalistas.


Foto do site sidrolandiaagora.com.br



O nome dela é Andresa Pérego, moradora de Dourados e estudante de Medicina.


E o texto inicia assim...

Andresa Pérego
A confusão entre MT e MS é algo que revolta muitos sul-mato-grossenses. Escrevi um texto tentando descrever um pouquinho sobre isso. Acho que seria legal as pessoas terem noção dessa diferença.

"É realmente assustador a quantidade de pessoas que “confundem” Mato Grosso do Sul com Mato Grosso. Não digo vice-versa, porque acredito que o contrário seja bem menos frequente (pra sorte dos mato-grossenses!). Eu sei, eu sei; existem coisas bem mais importantes pra se preocupar do que com o fato de tal cidade pertencer ao MT ou MS, afinal, é tudo mato mesmo, né?! Quem se importa?


Respondo: eu me importo, a geografia se importa, a história se importa, os SUUUUUL-MATO-GROSSENSES, em sua maioria, se importam. É horrível ouvir o nome de uma cidade que você sabe que pertence ao MS tida como pertencente ao estado de MT. Mais horrível que isso, só mesmo ouvir dos engraçadões de plantão, quando você diz que é do Mato Grosso do Sul: “Ah, o Mato Grosso! Conheço, estado bom.”

Não tenho nada contra o Mato Grosso, pelo simples fato de sequer conheço o MT. Longe de mim, também, querer comparar os dois estados, isso porque – acreditem! – são estados diferentes; com economias, políticas, clima, vegetações, hidrografias diferentes.

Podem até ter lá suas ligações, devido ao fato de já terem sido um mesmo estado, mas, insisto, são estados diferentes. Desde 1977, aliás.

Claro que a distração é compreensível. Mesmo sabendo que memorizar os estados e suas capitais do próprio país é algo que costuma-se aprender durante o ensino primário, ninguém pode, nem deve, ser condenado por ter falado Mato Grosso em vez de Mato Grosso do Sul. Mas, uma vez conscientizado da diferença, é, sim, um dever prestar atenção nesse “detalhezinho”.

É frustrante ver jornalistas, repórteres, apresentadores fazendo esse tipo de confusão. Daí surge uma questão: se nem pessoas com formação e informação para atuarem nos meios de comunicações respeitam essa diferença, como exigir isso do restante da população?

Fica, então, um apelo: mais atenção!

E o correto É Mato Grosso do Sul, por favor!


Logo de uma das Camisetas da Marca I LOVE MS


Texto escrito por Andresa Pérego
Postar um comentário