sexta-feira, 22 de março de 2013

Dia Mundial da Água - 22 de Março






Dia mundial da água - dia de refletirmos sobre o problema mundial que temos e como vamos preservar e desenvolver novas soluções.
Foi instituído pela ONU (Organização das Nações Unidas) no dia 22 de março de 1992

 O Secretário-Geral afirmou que o bem natural é a chave para um desenvolvimento sustentável; até 2030 quase metade da população global terá problemas de abastecimento.

A ONU celebra, esta sexta-feira, o Dia Mundial da Água com uma reunião na sede da organização, em Nova York e eventos globais.

O Secretário-Geral, Ban Ki-moon, afirmou que o bem natural é a chave para um desenvolvimento sustentável. Ele alertou que até 2030 quase metade da população global terá problema de abastecimento. ( informações adquiridas do jornal online Notícias e Mídias – Rádio ONU feito pelo Jornalista Edgard Júnior, da Rádio ONU em Nova York.).

Nada melhor para representar esse dia que o hino que temos feito pelo cantor e compositor Guilherme Arantes.

Vamos transcrever aqui para vocês a letra e o vídeo ,que vale a pena para todos nós fazermos uma reflexão, pelo menos, no dia de hoje :

Planeta Água


Água que nasce na fonte
Serena do mundo
E que abre um
Profundo grotão
Água que faz inocente
Riacho e deságua
Na corrente do ribeirão...

Águas escuras dos rios
Que levam
A fertilidade ao sertão
Águas que banham aldeias
E matam a sede da população...

Águas que caem das pedras
No véu das cascatas
Ronco de trovão
E depois dormem tranqüilas
No leito dos lagos
No leito dos lagos...

Água dos igarapés
Onde Iara, a mãe d'água
É misteriosa canção
Água que o sol evapora
Pro céu vai embora
Virar nuvens de algodão...

Gotas de água da chuva
Alegre arco-íris
Sobre a plantação
Gotas de água da chuva
Tão tristes, são lágrimas
Na inundação...

Águas que movem moinhos
São as mesmas águas
Que encharcam o chão
E sempre voltam humildes
Pro fundo da terra
Pro fundo da terra...

Terra! Planeta Água
Terra! Planeta Água
Terra! Planeta Água...

Água que nasce na fonte
Serena do mundo
E que abre um
Profundo grotão
Água que faz inocente
Riacho e deságua
Na corrente do ribeirão...

Águas escuras dos rios
Que levam a fertilidade ao sertão
Águas que banham aldeias
E matam a sede da população...

Águas que movem moinhos
São as mesmas águas
Que encharcam o chão
E sempre voltam humildes
Pro fundo da terra
Pro fundo da terra...

Terra! Planeta Água
Terra! Planeta Água
Terra! Planeta Água...(2x)

 
Postar um comentário