terça-feira, 18 de setembro de 2012

Trem do Pantanal é opção de roteiro no Mato Grosso do Sul

O Trem do Pantanal é uma das opções de roteiros turísticos no Mato Grosso do Sul, no qual os visitantes saem da capital sul-mato-grossense, Campo Grande, passam pelo município de Aquidauana e chegam até a estação ferroviária de Miranda. Durante o percurso o trem passa por diversos pontos turísticos.

Trem do Pantanal. Foto: Ben Oliveira.
Paisagens verdes, animais silvestres, história, cultura, artesanato, culinária regional e atrativos turísticos são os destaques da viagem pelo Trem do Pantanal. Além de ser uma ótima opção para os turistas de outras regiões e outros países, o trem também é uma opção para quem mora em Campo Grande e nas outras cidades sul-mato-grossenses e deseja conhecer melhor a região, uma forma de valorizar o turismo regional.

Campo Grande - Capital do Mato Grosso do Sul, a cidade possui pontos de lazer e de turismo que fazem parte da história da cidade. Seja conhecer os parques da cidade que são pontos de encontro, como o Parque das Nações Indígenas, a Feira Central e o Mercado Municipal, até os pontos históricos e culturais de Campo Grande, o visitante encontra uma variedade de lugares para conhecer.

Campo Grande. Foto: Ben Oliveira.

Aquidauana - Localizada a 136 km de Campo Grande, a cidade de Aquidauana possui diversos pontos turísticos como o Pantanal, Rio Aquidauana, Mercado Municipal, Museu de Arte Pantaneira, Casa do Artesão, entre outros.

Aquidauana. Foto: Ben Oliveira.

Miranda - Localizada a 205 km de Campo Grande, em Miranda o visitante conhece prédios históricos que contrastam com as construções modernas, além de ter diversos atrativos turísticos como pesca esportiva, turismo ecológico, turismo rural e artesanato.

Estação Ferroviária de Miranda. Foto: Prefeitura de Miranda.
Com capacidade para 476 passageiros, o Trem do Pantanal é composto por 8 vagões de passageiros distribuídos em três categorias: executiva, turística e econômica, além de um carro bagageiro. São oito horas de duração da viagem, na qual o trem se movimenta a uma velocidade de 35 km/h.

Estação Indubrasil. Foto: Ben Oliveira.

As saídas para o Trem do Pantanal acontecem aos sábados saindo de Campo Grande, na Estação Indubrasil, e de Aquidauana, e aos domingos saindo de Miranda e de Aquidauana.

Entre os pontos importantes do projeto do Trem do Pantanal estão a geração de emprego, renda e ocupação para as comunidades da região, sensibilizar para a preservação do meio ambiente, criar roteiro turístico para o resgate histórico-cultural do Trem do Pantanal; programar novos roteiros turísticos; aumentar o fluxo de turistas para os municípios e distritos da região; oferecer meio de transporte alternativo de passageiros e disponibilizar um produto diferenciado para o mercado turístico.

*Com informações da Fundação de Turismo de MS
Postar um comentário