terça-feira, 22 de março de 2016

Pantanal Sul - localização e como chegar




O Pantanal Sul é considerado a maior planície alagada do planeta, somente a parte brasileira do Pantanal, que se estende também pelo Paraguai e a Bolívia, abrange uma área de cerca de 140 mil km2. Dividido em 11 regiões com características distintas, compreende os estados do Mato Grosso (Pantanal Norte) e Mato Grosso do Sul (Pantanal Sul).


Divulgação:internet


65% fica no Mato Grosso do Sul e 35% fica no Mato Grosso

O Pantanal Sul ocupa dois terços do território pantaneiro e tem como principal porta de entrada a capital Campo Grande. As cidades turísticas são Aquidauana, Miranda, Porto Murtinho e Corumbá.



Campo Grande. Foto de Marco Amaral


Aquidauana - Portal do Pantanal -Bolivar Porto


Miranda- Fazenda São Francisco - Heberton

Porto Murtinho- Rio Paraguai - ( Marilyn Raquel) 

Corumbá - Rio Paraguai (internet)

O aeroporto de Campo Grande recebe voos diários e regulares das principais cidades brasileiras. Da capital sul-mato-grossense, também chegam e partem ônibus para as capitais e para as cidades pantaneiras. Quem opera essas linhas é a viação Andorinha.

 Aeroporto Campo Grande (Mariana de Barros)

Aeroporto Campo Grande - (Internet)

Como chegar:



De carro:


A BR-262 liga Campo Grande a Corumbá, passando por Aquidauana e Miranda. Porto Murtinho fica na divisa com o Paraguai, com acesso por Miranda.

BR-262 (Divulgação internet)



De avião:



Para quem vem de avião, saindo de Campo Grande, é preciso reservar um traslado particular, que pode ser agendado com as pousadas e com as agências locais ou, ainda, alugar um carro. Pode-se também pegar um ônibus na rodoviária até as cidades pantaneiras e de lá seguir de táxi até a hospedagem.



Período de cheias


Antes de seguir viagem até um dos municípios do Pantanal é preciso checar as condições das estradas, já que boa parte delas tem grandes trechos de terra que costumam alagar nos períodos de chuva, de outubro a maio.


Cheia do Pantanal - Divulgação internet


Cheia do Pantanal - Cleberson Carvalho



Postar um comentário