quarta-feira, 8 de junho de 2016

Guerra do Paraguai




Esse Post não é para levantar qualquer tipo de discórdia, rancor ou polêmica e sim relembrar historicamente, a Guerra do Paraguai.
No dia, 13 de Dezembro de 1864, O Paraguai declarou guerra ao Brasil, está que durou 06 anos. Foi o maior conflito armado internacional ocorrido na América do Sul. Estendeu-se de dezembro de 1864 a março de 1870. É também chamada Guerra da Tríplice Aliança (Guerra de la Triple Alianza) na Argentina e Uruguai e de Guerra Grande, no Paraguai.

Guerra do Paraguai
Guerra do Paraguai


Quando iniciou-se a guerra, pela ambição do ditador Francisco Solano Lopes, que tinha como objetivo aumentar o território paraguaio e obter uma saída para o Oceano Atlântico, através dos rios da Bacia do Prata.

O Ditador Paraguaio
                                                

Com a imediata invasão do hoje estado do Mato Grosso do Sul por um coluna de 5.000 paraguaios, o Brasil contava com 800 militares para cobrir quase toda a região centro-oeste. Demorou meses para formar um exército razoável e esboçar uma reação a essa agressão. Abaixo, foto do Forte Coimbra, na cidade de Corumbá - MS.



Forte de Coimbra



Este é com certeza um dos capítulos mais polêmicos da história militar brasileira, e marca o início da formação de nosso Exército Brasileiro.
O Exército Brasileiro passou a ser uma força nova e expressiva dentro da vida nacional. Transformou-se numa instituição forte que, com a guerra, ganhara tradições e coesão interna e representaria um papel significativo no desenvolvimento posterior da história do país. Além disso, houve a formação de um inquietante espírito corporativista no exército.


Soldados Brasileiros na Guerra do Paraguai
                                            


Reação da Tríplice Aliança

Decididos a não mais serem ameaçados e dominados pelo ditador Solano Lopes, Argentina, Brasil e Uruguai uniram suas forças em 1° de maio de 1865 através de acordo conhecido como a Tríplice Aliança. A partir daí, os três paises lutaram juntos para deterem o Paraguai, que foi vencido na batalha naval de Riachuelo e também na luta de Uruguaiana.


  Tríplice Aliança

                                                                


Victor Meirelles retratou a batalha do Riachuelo: navios e topografia são mais fiéis à realidade que a cena em si


Esta guerra durou seis anos; contudo, já no terceiro ano, o Brasil via-se em grandes dificuldades com a organização de sua tropa, pois além do inimigo, os soldados brasileiros tinham que lutar contra a falta de alimentos, de comunicação e ainda contra as epidemias que os derrotavam na maioria das vezes. Diante deste quadro, Caxias foi chamado para liderar o exército brasileiro. Sob seu comando, a tropa foi reorganizada e conquistou várias vitórias até chegar em Assunção no ano de 1869. Apesar de seu grande êxito, a última batalha foi liderada pelo Conde D`Eu (genro de D. Pedro II). Por fim, no ano de 1870, a guerra chega ao seu final com a morte de Francisco Solano Lopes em Cerro Cora.



Duque de Caxias
                                                     


Motivos da participação da Inglaterra

Antes da guerra, o Paraguai era uma potência econômica na América do Sul. Além disso, era um país independente das nações européias. Para a Inglaterra, este país era um exemplo que não deveria ser seguido pelos demais países latino-americanos, que eram totalmente dependentes do império inglês. Foi por isso, que os ingleses ficaram ao lado dos países da Tríplice Aliança, emprestando dinheiro e oferecendo apoio militar. Era interessante para a Inglaterra enfraquecer e eliminar um exemplo de sucesso e independência na América Latina.



Conseqüências da Guerra para o Paraguai

A guerra foi desastrosa para a nação guarani. A população de aproximadamente 800 mil pessoas, baixou para 194 mil pessoas, cerca de 80% dos homens foram mortos.
A economia paraguaia ficou reduzida á agricultura, pois sua indústria foi destruída. O país ficou endividado com o Brasil, cuja dívida somente foi perdoada no governo de Getúlio Vargas.
Além de perder vidas e de atrasar-se economicamente, o Paraguai perdeu vários territórios.

Conseqüências da Guerra para o Brasil

O Brasil perdeu dezenas de milhares de soldados. Sua dívida externa cresceu com os empréstimos feitos para financiar a guerra, agravando a situação financeira do País.
Quanto aos territórios, o Brasil anexou, do Paraguai, parte do que hoje é o estado do Mato Grosso. No plano político, os militares saíram fortalecidos, passando a influir nos destinos do império. Os negros alforriados, veteranos de guerra, passaram a criticar a permanência da escravidão no Brasil. A guerra acelerou a decadência do império e abriu caminho para a Proclamação da República.

Conseqüências da Guerra para o Argentina e Inglaterra

A Argentina reconquistou os territórios de Entre Rios e Corrientes e anexou parte do território paraguaio. Ganhou muito dinheiro abastecendo de suprimentos o Exército aliado.
A Inglaterra obteve grandes lucros fazendo empréstimos aos países em guerra e vendendo-lhes armas.


Em nosso País existem datas para comemorar coisas a vezes tão sem importância, mas não me recordo do dia que comemoramos ou homenageamos os nossos Guerreiros, que deram suas vidas pela Pátria.


                                                                                                      Fonte: Wikipedia

Postar um comentário